CANAL
NOSSAS NOTÍCIAS
Categorias abaixo:

acompanhe as últimas notícias:

10.02.2013 - A adaptação ajuda a criança a lidar com o novo e o inesperado

Foto do Produto

A entrevista de hoje é com Daniela de Campos Razuk, psicóloga e psicopedagoga, com experiência em clínica infantil há 5 anos e como professora de educação infantil há 8 anos. Conversamos com ela sobre um assunto que está na pauta de muitas mães essa semana: volta às aulas.

É normal não só os filhos, mas as mães terem que se readaptar na volta às aulas?

Acredito que tudo dependa da idade e da relação familiar nessa readaptação. Mães de crianças menores tendem a sentir mais a nova situação de separação do que de crianças mais velhas que, por sua vez, já são mais independentes em diversos aspectos de suas vidas. Importante destacar, inclusive, que nas férias de dezembro/janeiro as mães passam mais tempo com seus filhos, de modo que este retorno se torna mais significativo para ambos os lados. Enquanto as crianças maiores anseiam para o reencontro com colegas e pelos novos desafios do ano, as menores sentem mais a separação após um período de atenção exclusiva de suas mães. Logo, as mães se compadecem e igualmente se sentem inseguras quanto ao sofrimento de seus filhos na volta às aulas.

Quais são os motivos de maior ansiedade para os pais nessa época?

Os motivos de maior ansiedade para qualquer pai e mãe é que seu filho sofra. Independente do tipo de sofrimento. Por mais óbvia que esta afirmação possa parecer, ela é relevante pois vivemos em uma época em que as famílias possuem dificuldades em lidar com o sofrimento e frustração de seus filhos, e frequentemente buscam se adiantar e suprir o que acreditam serem suas necessidades, na intenção de minimizar os riscos. Ao agirem desta forma, portanto, acabam por transmitir aos seus filhos sua própria falta de segurança com relação ao início das aulas, possivelmente intensificando suas angustias ao invés de ajudá-los a lidar com o desafio do retorno. Nesta época, mudanças de ano, professores, turmas, só intensificam as fantasias dos pais com relação às dificuldades que o filho terá neste reajuste, o que culmina em uma duração maior deste processo de readaptação.

E para a escola?

O processo de readaptação para a escola é uma situação natural que traz mudanças, mas também ricas possibilidades de recomeço que darão ao aluno ferramentas para lidar com o novo e o inesperado. Este ‘treino’ é extremamente significativo e enriquecedor para a vida futura do indivíduo e, mesmo que com alguma carga de ansiedade, pode trazer grande benefício ao aluno na medida em que ele os enfrenta e desenvolve sua auto-confiança. Desta forma, a ansiedade das famílias por quererem sanar quaisquer sofrimento de seus filhos, interfere no trabalho realizado pela escola com a auto imagem dos alunos, além de prolongar uma angústia por mais tempo do que necessário.


Qual a orientação que a escola deve adotar para ajudar as crianças a se adaptarem ou readaptarem ao ambiente escolar?

Cabe a escola orientar pais e famílias quanto à importância de sua participação neste processo, encorajando seus filhos a lidarem com a situação. Através da transmissão de segurança e da crença em suas potencialidades, estarão fortalecendo seus filho, encorajando-os a enfrentarem e vencerem os desafios. No caso de crianças pequenas da Educação Infantil, devem ser sinceros e consistentes em suas atitudes, por exemplo, se despedindo do filho(a) e dando a certeza do retorno na hora da saída. Agindo deste modo, não se cria falsas expectativas nas crianças, fato este que poderia gerar ainda mais desconfiança e insegurança pelo descumprimento do acordo.

 

Fonte:http://mamatraca.com.br/index.php?id=131&a-adaptacao-ajuda-a-crianca-a-lidar-com-o-novo-e-o-inesperado

Sac Escola

3272 4642

Fale agora pelo fone ou pelo

contato@ceiespacocolorido.com.br
Horario de Funcionamento

Área Restrita
Escola

CEI - Espaço Colorido © 2012 Copyright . Todos os direitos reservados